O laranjal do laranjal

A Odebrecht usou empresas de fachada para ocultar suas despesas com a reforma do sítio de Lula.

A dona do Depósito Dias disse à Folha de S. Paulo que “abriu na loja um cadastro em nome da Odebrecht, mas, a pedido do engenheiro, emitiu notas de compras feitas pela construtora em nome de outras companhias. Parte dos materiais, admitiu ela, foi comercializada sem registro fiscal”.

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200