O liberalismo de Bolsonaro

Telegram

Míriam Leitão, em sua coluna em O Globo, questiona se há de fato uma compatibilidade entre Jair Bolsonaro e seu economista Paulo Guedes.

“Ao longo da vida pública, o deputado Jair Bolsonaro votou contra todas as propostas de privatização, quebra de monopólio, previdência e até o Plano Real. Votou a favor de privilégios de parlamentares e entrou na carreira política em defesa do soldo de militares e policiais. Nada que nem remotamente lembre a pregação liberal de Paulo Guedes em toda a sua carreira de economista e empreendedor.

E o que está no programa, ou tem sido defendido por Paulo Guedes, é radical. Na entrevista que concedeu à Central das Eleições da Globonews, ele confirmou que calcula em R$ 2 trilhões o valor da venda de todas as participações do governo em estatais e de 700 mil imóveis da União. Na lista dos bens a serem privatizados está a Petrobras, o Banco do Brasil, a Caixa. Tudo. A Eletrobras, também”.

Comentários

  • Corruptolítico -

    Vamos ver até onde o desespero vai levar dona porquinho !!!

  • -

    O Bolsonaro é liberal, o Lula é honesto, o Ciro é equilibrado, a Marina é competente, o Haddad é bem intencionado, o Boulos não é um imbecil. Acredite se quiser. Rio e Nordeste sempre acreditaram...

  • Eurico -

    Tem que desenhar: Bolsonaro nao sabe o que diz, o economista nao tem ideia do que faz e fala. Dois doidos que tentam arrebentar o Brasil como Dilma. Pior.

Ler 945 comentários