O livro de Requião contra Moro pago por você

A gráfica do Senado topou produzir um livro do senador Roberto Requião, derrotado nas urnas, com ataques a Sergio Moro e Deltan Dallagnol, entre outros.

Livro com dinheiro público.

A velha política foi ferida — mas não morreu. É hora de perguntar: quem pode vigiar os velhos políticos por VOCÊ? AQUI

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 125 comentários
  1. O dinheiro público ja é usado para bancar tantas mordomias de políticos vagabundos, em particular, um que ten quase 30 anos na política e nao fez nada pelo país, so gastou, sem o menor pudor, no

    1. Os corvos, travestidos de pombas da paz, nao querem largam a carnicca. Mas o povo estah atento, jah nao somos os mesmos. O sofrimento nos ensinou a nao mais acreditar nessas bestas-feras.

  2. 😠 é nessas horas que um 💩como ele diz a verdade. Bolsonaro entregou a economia = o Brasil para os sionistas. Ajudaram o país afundar igual o PT fez com a população, corda no pescoço, vai do

  3. Maníaco e imoral! Tá com raivinha, tá? Agora, sem impunidade parlamentar você vai se entender com a justiça, o Moro vai te pegar, não fuja porque vai ser pior, a Interpol te pega! MOURÃO NELES!

  4. Quem autorizou a utilização de dinheiro público para isso? Melhor: quantos processos de injúria, calúnia e difamação, devidamente acompanhados de pedido de indenização por dano moral gerará?

    1. Se não tiver jeito o Bolsonaro/Mourão fecha aquele antro de criminosos que é o congresso e de sobra pegam 1 cabo e dois soldados pra fechar o STF também, aliás, deixem só os 4 bons!!!🇧🇷

  5. Isso é o cúmulo do cúmulo do abuso e do ultraje ao povo brasileiro! Esse tipo asqueroso deveria estar na cadeia, e não roubando dinheiro do povo para publicar calúnias e imundícies! Cadeia para

  6. Pois é, já está passando da hora de pegar pesado com esses fdps que têm como projeto desestruturar o país!!! Esses funcionários públicos lesa pátria precisam simplesmente sair de suas funçõe

  7. Com o dinheiro público é possível perpetrar qualquer bandalheira; temos que movimentar a população e a imprensa pra acabar com as benesses e vantagens só para representantes do povo e não para

  8. O Q antagonistas e os brasileiros manés esperavam de um REQUeIjÃO MAÇÃO??? $Ő safadezas corrupção apropriação sabotagens e conspiracoes contra Brasil e a esmagadora maioria não MAÇONICA mas

  9. Isso deveria ser um crime. Uma autoridade pública usar do dinheiro do contribuinte para produzir uma peça pública contra uma outra autoridade pública, ainda mais esta última gozando de estima pop

  10. Nos dividimos entre petista x anti, os anti que votaram em massa no bolsonaro, querem qualquer coisa que apoiou esses parasitas bem longe. Renan eh Lula, Renan eh PT. Um candidato unico dos antiPT

  11. Com menos idade ele já era considerado louco por pintar um cavalo no NPOR como zebra, agora senil ele visita a Coréia do Norte, e publica livros “educacionais”. A Família deveria interditá-lo.

  12. Extinguir o Senado parece ao contribuinte cada vez mais razoável. Ponderam alguns que talvez num primeiro estágio valesse a pena reduzir de três para dois o total de senadores por estado.

    1. A maioria defende, gradualmente, a posição do Comentarista Oswaldo. É um dispêndio público enorme para quase nada. Apesar disso, acredita uma minoria que uma junta deles basta e sobra.

  13. Erros de português na capa: Depois “pode”, tem vírgula, pois o que vem a seguir é “vocativo”. E antes, não tem vírgula. Assim, ó: Vender o Brasil pode, Sérgio Moro? … Nem revisão teve. V

    1. É verdade, Vicente. Os revisores da gráfica do senado ganham muuuuito bem, para apresentar uma capa com esses erros continuados. Mas é isso mesmo.

  14. Antes ou depois de comer mamona? Esse livro, pago por nós, é absolutamente desnescessario, mentiroso e proprio de um ignorante funcional. O Requião é um oligofrênico diagnosticado.

  15. Requião tinha que escrever um livro quando da sua gestão como governador do Paraná,quem sabe ele nos tiraria dúvidas quanto ao Porto de Paranaguá e os pedágios abusívos no estado sob sua batuta

    1. Antagonista jamais deveria publicar isso no site mesmo como crítica, visto q dará engajamento pra um instrumento difamador.