O lobby da CNI para dificultar a prisão de empresários corruptos

O Valor informa que a Confederação Nacional da Indústria (CNI) está atuando, em nome das construtoras, para evitar que o Congresso determine superfaturamento e sobrepreço como agravantes de novo tipo penal que será criado no âmbito da nova Lei de Licitações.

Esses agravantes, explica a reportagem, podem ser a diferença entre um empresário cumprir a pena no regime semiaberto ou fechado.

Detalha o jornal:

“A CNI tem pressionado a comissão especial da Câmara que discute o projeto e o relator, João Arruda (MDB-PR), para excluírem o superfaturamento como agravante e os critérios para classificar essas práticas com o argumento de que a punição penal deve ser apenas o último recurso.”

A CNI chegou a elaborar um parecer alternativo para deixar esses dispositivos de fora do projeto. O voto em separado foi apresentado pelo deputado Edmar Arruda (PSD-PR), sócio de uma construtora.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 24 comentários
  1. O relator, dep. João Arruda, é genro de Joel Malucelli, proprietário da JMalucelli, a maior construtora paranaense. Será que terão dificuldades de preservar os interesses das construtoras?

  2. É um acordo tácito. Fornecedores sempre usaram sobrepreços nas propostas e aditivos em contratos, porque governos, sejam eles federal, estadual ou municipal atrasam pagamentos, quando não dão calote!

    1. Faz o seguro contra sobre prêço, atraso na obra, e falta de pagamento do governo que não tem espaço para corrupção nos contratos.

  3. Chama o milagreiro SPCiro que ele resolve qualquer parada… KKKKK… já tem gente respondendo às ligações de cobrança de dívida dizendo que SPCiro irá quitar tudo… KKKKK Meu Brasil, até quando!?

  4. Capitalismo de compadrio! Coisa abjeta e antiga no Brasil putência. Republiqueta de banana metida a besta, se acham. Socialistas e Nacionalistas são defensores desses “capitalistas” amiguinhos corrupt

  5. Ou seja a, CNI esta impondo o sistema criminoso vigente ao Legislativo. Tem sentido eleger algum candidato que não seja Bolsonaro?. Ou alguém entende que o Chuchu, Marina ou Ciro vão mexer nisso.

  6. Agora os empresários, principalmente da CNI, são malvados. Isso que dá a CNI apoiar o Bolsonaro. Mídia vigarista, cambada de charlatões. E um bando de fracassados, nos comentários falando mal também.

    1. O relator, dep. João Arruda, é genro de Joel Malucelli, proprietário da JMalucelli, a maior construtora paranaense. Será que terão dificuldades de preservar os interesses das construtoras?

  7. os piores empresários do mundo são os brasileiros. nunca recebi d volta um valor pago e sem levar a mercadoria nas lojas americanas…. Porém, um valor cobrado a mais na amazon foi devolvido em dias

    1. Talvez porque o Estado brasileiro e o sistema, representado pelo seu patrão Santo, sejam os piores do mundo. Ser correto neste país é pedir para falir. Agora, a CNI é um antro mesmo.

  8. Não adianta essa corja está diretamente ligada aos políticos bandidos do congresso e ajudados pelo judiciário tupiniquim que interpreta as leis conforme o RÉU$$$$$$$$$$$$$$$$$$.

  9. Com efeito, está-se sentindo no ar, e na prática, um certo excesso de protagonismo dessa instituição patronal. Primeiro, todo o trabalho na reforma trabalhista. Depois, um monte de comerciais.