ACESSE

O loteamento do ódio

Telegram

Tercio Arnaud Tomaz ganha 13 mil reais no gabinete do ódio do Palácio do Planalto.

A Folha de S. Paulo diz que ele descolou também um cargo para sua mulher, Bianca Diniz Arnaud.

Ela é lotada em cargo comissionado na Secretaria-Geral.

Leia mais: Comprovação do elo entre a Presidência da República e o gabinete do ódio complica Bolsonaro. Clique e leia

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 34 comentários