O mandante do crime

O mandante do crime
Reprodução/YouTube/Jair Bolsonaro

Jair Bolsonaro mandou Eduardo Pazuello para Manaus, com a missão de obrigar a prefeitura a prescrever cloroquina e ivermectina contra a Covid-19.

Ele disse:

“Mandamos o nosso ministro da Saúde para lá. Estava um caos. Não faziam tratamento precoce.”

Na prática, ele confessou um crime.

Leia mais: Crusoé procurou psicólogos e psiquiatras para entender o comportamento do presidente à luz dessas ciências
Mais notícias
TOPO