O mandato acaba antes

A assessoria de imprensa de Rogério Lins informou que, para pagar os R$ 300 mil de sua fiança, o novo prefeito de Osasco fez um empréstimo que será pago em 60 parcelas. Ou seja: o mandato acaba em quatro anos esua dívida com a Justiça continuará por mais um ano.

O patrimônio declarado por Lins à Justiça Eleitoral é de pouco mais de R$ 253 mil. Ele foi preso no fim de dezembro, no âmbito da Operação Caça-Fantasmas, que investiga um esquema de fraudes envolvendo a contratação de funcionários fantasmas na Câmara da cidade.

As informações são da Agência Brasil.

Faça o primeiro comentário