O mercado à espera da Odebrecht

A Arko Advice analisou a delação premiada da Odebrecht:

“Para o mercado, apenas dois nomes interessam de verdade: Michel Temer e, no plano interno, Eliseu Padilha. Temer por razões óbvias. Padilha pela capacidade de articular o governo.

Tudo indica que ambos podem sair – mesmo que não ilesos – mas operacionalmente funcionais da tempestade que virá pela frente.

Não há interesse institucional de inviabilizar o governo Temer mesmo que a tempestade seja muito violenta. O STF sabe da delicadeza do momento e vai atuar com muita cautela na apreciação das denúncias de políticos.”

As denúncias contra Lula também interessam ao mercado.

Sua prisão reduzirá drasticamente o risco de um perigoso retrocesso em 2018.