O ministro da Maria Fumaça do Trabalho

O ministro do Trabalho, um certo Caio Vieira de Mello (esse é o nome dele), deu entrevista a O Globo para chiar contra e extinção da pasta.

Leia como ele respondeu a uma pergunta do jornal:

“Onde estaria a inconstitucionalidade da extinção do ministério?

Se ele não seguir a regra do artigo 10 e a regra do artigo 88 da Constituição, vai haver. Lá determina uma forma de mudar, de extinguir, de criar ministério. Eu acredito muito que até o fim deste mandato nós ainda vamos ter a possibilidade de conversar com alguém indicado pelo presidente Bolsonaro para expor a ele essa situação. O FGTS e o FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador), embora tenham um patrimônio de quase 1 trilhão de reais… é ilusão. Não se pode mexer nisso. O patrimônio dos trabalhadores é intocável. Não há disponibilidade nenhuma, embora seja atraente. É uma coisa extremamente técnica, que tem de ser extremamente vigiada, que não pode jogar nem pra lá nem pra cá. A fiscalização do recolhimento do Fundo de Garantia é da auditoria-fiscal. Aí separa as coisas? Um vai pra Fazenda e outro para o Ministério da Justiça? E os mecanismos de encontro dessas informações?”

O “patrimônio dos trabalhadores é intocável” porcaria nenhuma: vem sendo sistematicamente tungado pelos sindicalistas de resultados mancomunados com os diversos governos. E, quando não é tungado explicitamente, rende menos do que a poupança. Na verdade, é um confisco governamental travestido de benefício.

Vieira de Mello (esse é o nome dele) será, esperemos, o último ministro de uma pasta que até teve utilidade quando da sua criação, 88 anos atrás, mas que há muito tempo se tornou uma Maria Fumaça que polui o ambiente.

Os generais acompanham as primeiras ações do futuro governo — e não aprovam tudo... LEIA AQUI

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. Carlos disse:

    Os trogloditas do Ministerio do Trabalho estão apavorados. Eles ficaram parados no tempo. O governo Bolsonaro vai fazer uma devassa e vai pegar muita coisa errada. É só esperar para ver.

Ler comentários
  1. joao disse:

    O governo criou uma ferramenta chamada E-social. Ali o próprio empregador entrega o pescoco ao cutelo. A auditagem e as multas chegam via internet.

  2. Charlotte disse:

    Tem que ser EXTINÇÃO completa do Ministério e demissão imediata da putada toda. Aproveitar parasitas em outros locais é sacanagem com o contribuinte!! Realocar câncer em outras partes não adian

  3. Lili disse:

    Bom dia. Perfeito meninos, assino embaixo. O "esse é o nome dele" nem sabe o que fala ou é má fé mesmo.

  4. Mary disse:

    Indico o Ustra pra ministro dos direitos humanos, kkkkk , direito pras vitimas dos vagabundos humanos(?) nao tem?!?!

  5. José disse:

    Pasta, que possui esse ministro, merece mesmo ser extinta!

  6. José disse:

    88 anos... de picaretagens: o que é necessário não é Ministério do Trabalho mas sim trabalho!

  7. Antonio disse:

    O Ministério do Trabalho se tornou um órgão de venda de carta sindical somente

  8. Marco disse:

    A CLT é um mecanismo fascista como objetivo de controlar empregados e patrões por meio de sindicatos oficiais dependentes de um governo central. Foi o Mussolini quem criou e Vargas copiou!

  9. Mario disse:

    Deveria ter sido extinto quando morreu Getúlio Vargas

  10. Edu disse:

    Vamos comemorar o fim do Ministério do Trabalho. Vamos soltar rojões.

  11. Edu disse:

    Agora tem que acabar com a "Justiça do Trabalho".

    1. O custo dessa montagem é astronomico. Assisti manifestação de politico sobre essa ganhação de dinheiro. É INACREDITAVEL o desperdicio de dinheiro. LIQUIDA JÁ.

  12. JOSE disse:

    É engano meu ou esse "ministro" está querendo deixar parecer que Bolsonaro está com a ideia de USAR e abusar do dinheiro do FGTS, assim como fizeram esses pilantras do PT, PMDB, PSDB, PTB?

  13. Jose disse:

    Precisa mais algum motivo para extinguir???

  14. TICO disse:

    Tem que acabar com essa safadesa. Cancelar todas as multas aplicadas, são fajutas. Puro engodo. Agora a mais recente aplicada na HAVAN, cem milhões. Tem que cancelar tudo desde 2003.

  15. Mário disse:

    Esse certo ministro do trabalho é consultor do escritório de advocacia de Sérgio Bermudes, onde trabalha a advogada Guiomar Feitosa Mendes (sra esposa de Gilmar Mendes). Humm, entendi!

  16. Joao disse:

    O Antagonista foi preciso .O entrevistado amarelou, partiu para o “enrolation “.Um bom jornalista, aproveitaria a “deixa” e detonaria o incompetente burocrata.

  17. Jorge disse:

    Ministério do PTB já deu o que tinha que dá.

  18. Ricardo disse:

    Os Petistas estão Latindo , acabou a mamata do dinheiro seus Ladrões !

  19. André disse:

    O FGTS foi usado até pra construir o prédio do triplex do Lula.

  20. Filipe disse:

    Isto antagonistas, o próximo passo é acabar com a justiça petista do trabalho (custo anual de 17 bi aos pagadores de impostos x demandas trabalhistas de 8 bi) vergonhoso

    1. Parabéns Filipe ! isso aí é a maior desgraça do País, pois não permite que empresa alguma cresça, e se crescer, eles arrumam ações trab. faraônicas e quebram a empresa, depois comemoram !

  21. Charlotte disse:

    CANALHA!! Esse Ministério MALDITO, endossou todas a falcatrua praticada pelo PT desde o primeiro Governo Lula. Vá pro inferno!!!!

  22. Maria disse:

    Em 2002, ACM chamou o STF de “guardião da corrupção”, Temer de “mordomo de filme de terror”, quis abrir o inquérito dos portos, quis acabar c/ o ministério do trabalho e queria ser presid

    1. ...e queria ser presidente. Sepulcros Pertence era ministro do STF e virou presidente do comitê de ética da PR, por LONGOS anos. E ACM morreu... Só para refrescar a memória...

  23. Adonis disse:

    Bolsonaro é o meteoro que vai extinguir estes dinossauros.

  24. Humboldt disse:

    Completando: Uma Maria fumaça que puxa intermináveis vagões de lixo...

  25. Jackson disse:

    FGTS devia ser extinto, foi deturpado em seu conceito inicial e usado por políticos pra fins eleitoreiros. Parabéns por encerrar o Mini Trabalho, resquício Getulista do atraso.

  26. ANTONIO disse:

    Ele com certeza sabe que esse trilhão aí só existe na tela, pois moeda de fato há muito não existe. É o medo de auditarem a Caixa Econômica e descobrirem o "Caixolão".

  27. Marilia disse:

    Se ele está triste com a extinção da pasta ótimo, desconheço algum trabalhador beneficiário de algumas dessas benesses. Alegria geral e segue o baile Presidente.

  28. Leonard disse:

    Kkkkkkkkkkkkkk só mais um comuna fora do baralho.

  29. Fernando disse:

    Esse quer continuar mamando nosso dinheiro, aliás, se ele ler esse post, vai um recadinho: Vá trabalhar, vagabundo !!!

  30. Josemir disse:

    Concordo com o fim do MT! Pois a trava do Brasil está numa facção com várias siglas PT/PCdoB/REDE/PSOL/PSTU/PCO/PCC/CV/MST/MTST/CUT/MIN.TRAB/SIND/JUST.DO TRAB/esses lesa pátria só desgraçaram o

  31. José disse:

    SE fizer uma auditoria no FGTS vem aí o escândalo do Trabalhão....Mantenha-se pra quem já se aposentou. Extingua-se para quem entrar agora no mercado de trabalho, junto com a CLT...

  32. Helder disse:

    Esse cara foi desembargador do TRT da 3a Região (MG). Entrou pelo quinto, mas foi desembargador de um dos maiores regionais. Vocês acham que só ele pensa e se expressa assim na JT? Há muitos mais.

  33. José disse:

    O fim do MT não significa necessariamente o fim de suas atividades. Agora temos que acabar com a justiça do trabalho, que custa 16 bilhões ao ano.

  34. Alan disse:

    Desde que as notas do Antagonista passaram a ser assinadas pelo anônimo "Brasil", a qualidade das mesmas tem variado sofrivelmente... Identifique-se.

  35. wanderlei disse:

    O FGTS e FAT são duas enormes tetas para o sindicalismo vagabundo que impera no país há décadas. Acabem com Ministério do Trabalho e deixem o Sergio Moro cuidar de licenças para sindicatos.

  36. AftasArdem disse:

    Juro, mesmo futucando jornais e redes (não muito!) nunca tinha ouvido falar neste dinossauro!

  37. Jose disse:

    Quando ouço falar no sobrenome MELO, até me arrepia, vem tunga por ai.

  38. Amaury disse:

    Mello!!! Hum!!! Mais um Mello? Chega disso.

  39. RobertoRJ disse:

    Não existe ninguém da equipe de transição de Bolsonaro, que esteja interessado em saber o que pensa esse BABACA. Defensor de sindicalistas, quer também preservar empregos distribuídos por polít

  40. delcides disse:

    Tem mais é que extinguir 99,99 % dos sindicatos,a maioria pelegos petistas e sócios na roubalheira que tomou conta do pais nos governos Lulla e Diljumenta.

  41. Mariliza disse:

    Os lobos( políticos) já estão de olho nos bolinhos da vovó???

  42. Demostenes disse:

    Que sobre nome mais demoníaco esse tal de MELLO, só nos traz má recordação e vergonha. Brasil ame-o ou deixe-o.

  43. Maria disse:

    Que vergonha! Tem de acabar mesmo! Coitados dos trabalhadores!

  44. José disse:

    Vai acabar com a mamata, haja Jaboticaba.

  45. Jose disse:

    São as viúvas (ricas,enquanto existia o marido) que não querem largar as mordomias.

  46. Luiz disse:

    Ministério do Trabalho ficou velho em 1970! O maior inimigo do pleno EMPREGO!!

  47. ana disse:

    Excelente comentário, Antagonistas! O sujeito é um cara-de-pau, de olho no "trilhão"!!!

  48. Célio disse:

    Ministro... como é mesmo no nome dele? Ah! Larga pra lá! Bom, seu trabalho é irrelevante, desprezível até! Por isso, o senhor vai perder seu trabalho para que os trabalhadores ganhem algo. Rua!

  49. Getulio disse:

    Perfeito,agora o novo e jovem CN precisa começar a estudar medidas p extinguir a INJUSTÇA do Trabalho.Gorda,cara,paquiderme e só atrapalha o desenvolvimento do País.

  50. joao disse:

    Exatamente, só contribui para o desmatamento , produzindo processo sem nenhum valor!!

  51. Alexandre disse:

    "...fiscalização do FGTS"???? Isso é piada né??? Não existe isso, qualquer patrão deixa de pagar e nada, absolutamente NADA, acontece.

  52. Marcelo disse:

    Traduzindo a fala do ministro: "Não tem que mexer nisso não, viu!"

  53. Nelson disse:

    essa nulidade estava num sarcófago.....ressuscitaram a criatura........e deitou a falar asneiras......como essa......volte pra tumba.......e tire esse caju do cabelo.........porque cérebro não tem.

  54. Antonio disse:

    caramba. nem sabia q existisse ministro do trabalho. pra mim era um nababo mamando nas tetas do governo.

  55. Aroldo disse:

    Intocável porque, mexer nisso corre-se um grande risco de aparecer maracutaias mil.

  56. Renato disse:

    Ministério que não serve para nada, aparelhado por bandidos que pilham o erário e mantém regras draconianas que só ferram o trabalhador

  57. Heloisa disse:

    Esse talzinho, Vieira de Mello, é neoDilma? Difícil pinçar ideia coerente no seu palavrorio. A propósito, é parente dos outros Mello famosos que há em Brasília?

  58. Brasileiro disse:

    O patrimônio do trabalhador é tão intocável que nem o próprio trabalhador pode tocá-lo!

  59. Mario disse:

    Não merece nem comentário. Um zero à esquerda.

  60. Luiz disse:

    Ministério do Trabalho e da Corrupção, que a reforma trabalhista avance mais ainda. Chega dessa indecência. Parabéns Bolsonaro . O s Pelegos vão ter que trabalhar.

  61. Davi disse:

    Essa conversa mole de "patrimônio intocável do trabalhador" nem tem mais cabimento, pois o partido que diz ser dos trabalhadores foi quem mais se locupletou desse patrimônio. Fora, ratos!!!

  62. MIMIMI disse:

    Bravo, Antagonista! Adoroooo quando o autor do post chuta a porta!

  63. Belodi disse:

    E quem não mexeu no FGTS e FAT? Por baixo dos panos deram rombos, através da Minha Casa, Minha Vida eoutros exemplos de mexer sem ser incomodado.

  64. Zaga disse:

    Tem que acabar sim, já vai tarde. Antro de corrupção e esconderijo de ratos petistas.