O motoboy tucano

Geraldo Alckmin, em seu programa de TV, prometeu transformar o Pará em São Paulo.

Ele aparece entregando um bolo a uma paraense tratada em hospitais paulistas.

O tucano já pode se candidatar a motoboy.

O FIM DOS AMIGOS DA ONÇA NO PLANALTO. LEIA AQUI

Temas relacionados:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. ana disse:

    Faço questão de deixar minha TV desligada. Dar Ibope para essa gente? Nem morta! Meu voto já está decidido desde sempre.

Ler comentários
  1. Maria disse:

    Os marqueteiros do chuchu ajudarão a eleger Bolsonaro. Quando as pessoas que ainda não sabem procurarem descobrir quem é Maria do Rosário, sem dúvidas, VOTARÃO EM BOLSONARO.

  2. Eduardo disse:

    O trauma pelo fracasso da campanha "Coitado do Alckmin", aliado ao do fracasso do golpe de Janot, fazem com que OAntagonista deva urgentemente buscar tratamento psiquiátrico.

  3. Jztexeira disse:

    Pior programa da TV... que adianta ter todo o tempo para perder votos. MELHOR DE TODOS: Chama o MEIRELLES... demais foram bons tbem... deram seu recado curto.

  4. Jztexeira disse:

    O santo entregador de merenda de açaí com dinheiro roubado do rodoanel foi de metrô superfaturado fazer propaganda no Pará, pois em SP está perdendo feio pro mito 17.

  5. Brasileiro disse:

    Alguém avise os paraenses, que Alcrimim é Santo só na Odebrecht. Milagres como esse, nem Santo verdadeiro consegue!

  6. Antonio disse:

    Alckmin no seu programa eleitoral criticou os governos federais anteriores pela gestão na saúde do país, ou seja, o PT, PMDB e PSDB... E ainda deu bolo de açaí para a moça que gosta do açaí salgado...

  7. Geraldo disse:

    Continue forcando a barra Chuchu. A sua campanha esta otima pra Bolsonaro.

  8. Agnaldo disse:

    Então os servidores se preparem para ficar 4 anos sem REPOSIÇÃO da inflação. Aliás os servidores Federais também.

  9. João disse:

    Irá inchar as estatais com seus comissionados vagabundos como fez em SP. Sai fora Dr. Geraldo, seu tempo já passou, novas lideranças fora do psdb, pt, pp, pr, vagabundos do psol, pcb e assim vai...

  10. Francisco disse:

    Se os políticos soubessem como ficam ridículos protagonizando estas cenas que se repetem a cada 2 anos...beijar criancinhas, tomar café em balcão, até comer buchada de bode?!?!?

    1. Eles sabem do ridículo e não se importam. Faz parte do ofício. Tem de ter muito estômago, ou não ter nenhum, ficar se esfregando no populacho. Temos de admitir: são pequenos, mas são corajosos! Niiii!

  11. Freedom disse:

    Esse cara é contra as privatizações!

  12. Nancy disse:

    nossa! dei um fora! corri arrumar. Eu tinha visto apenas ele o bolo e não ouvi o q falavam(estava longe da tv); mesmo assim continuo com a impressão de político fingidoquerendovoto desculpas a moça

    1. Agora, vamos combinar - fica evidente que esses políticos predadores não convencem nem qdo é verdade.

  13. JohnGalt? disse:

    PRIVATIZE JÁ. Estatais = Corrupção. Cargos comissionados são foco de corrupção e incompetência...Cargos comissionados precisam ser extintos com urgência.

  14. OBSERVADOR disse:

    O Segundo Turno será entre Amoêdo e Alckmin. Preparem-se pois tudo vai melborar.

  15. Paulo disse:

    Ah!, é? E como o Pará vai recuperar 100 anos de empreendedorismo, trabalho, estudo, poupança e civilidade dos paulistas? Foi isso que fez a pujança de São Paulo, não benesses de políticos...

  16. Em disse:

    Alguém reparou que onde ele vai, o público é só de gente uniformizada segurando bandeiras? Não tem nada de povo, espontâneo! Nos eventos de Bolsonaro, a participação popular é impressionante!

  17. Luciano disse:

    Para o Pará virar São Paulo, tem de ter todas as obras de infraestrutura do regime militar e a Política do café com Leite.

    1. E libanês, alemão, polonês, chinês, coreano, lituano, judeu, espanhol, ucraniano, húngaro, português, armênio, angolano, etc., etc., etc....

    2. E tem que aparecer um monte de imigrante italiano e japonês...