Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

O museu político da UFRJ

Pertence à UFRJ o Museu Nacional do Rio de Janeiro, destruído no domingo pelas chamas.

A tragédia cultural voltou a chamar a atenção para o aparelhamento político-ideológico da universidade federal, cuja reitoria é composta pelo seguinte quadro de socialistas e comunistas:

Reitor: Roberto Leher – filiado ao PSOL;
Vice-reitora: Denise Fernandes Lopez – filiada ao PSOL;
Pró-reitor de graduação: Eduardo Gonçalves – filiado ao PCB;
Pró-Reitor de Planejamento, Desenvolvimento e Finanças: Roberto Antonio Gambine Moreira – filiado ao PCdoB;
Pró-Reitora de Extensão: Maria Mello de Malta – filiada ao PSOL;
Pró-Reitor de Pessoal: Agnaldo Fernandes – filiado ao PSOL.

Isso é que é reitoria com partido.

Não causa surpresa que o reitor socialista tenha culpado até os bombeiros.

“É óbvio que a forma de combate não guardou proporção com o tamanho do incêndio. Percebemos claramente que faltou logística e capacidade de infraestrutura do Corpo de Bombeiros que desse conta de um acontecimento tão devastador com foi esse”, disse Roberto Leher, segundo a Folha.

“O museu vai pegar fogo”, alertou secretário 14 anos antes do incêndio

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO