“O museu vai pegar fogo”, alertou secretário 14 anos antes do incêndio

“O Museu Nacional do Rio de Janeiro, localizado na Quinta da Boa Vista, no bairro de São Cristóvão, zona norte da cidade, corre o risco de ser destruído por um incêndio.”

Assim começava uma matéria de 3 de novembro de 2004 da Agência Brasil. À luz da destruição do museu pelas chamas de ontem, vale ler o restante do alerta de 14 anos atrás:

“A denúncia é do secretário estadual de Energia, Indústria Naval e Petróleo, Wagner Victer, que constatou várias irregularidades durante visita que fez ao museu há três semanas. O secretário disse ter ficado impressionado com a situação das instalações elétricas que, segundo ele, estão em estado deplorável. ‘O museu vai pegar fogo. São fiações expostas, mal conservadas, alas com infiltrações, uma situação de total irresponsabilidade com o patrimônio histórico’, afirmou o secretário.

Na próxima semana, Wagner Victer vai levar o problema ao Conselho Estadual de Cultura, para que medidas urgentes sejam tomadas. O secretário defende um esforço concentrado do governo federal e a liberação de verbas significativas para evitar que o museu seja destruído por causa da falta de preservação.

O diretor do museu, Sérgio Alex Azevedo, reconhece que a situação elétrica do museu é realmente bastante complicada. Disse que a crise já dura 40 anos e se agravou nas duas últimas décadas por causa do descaso e da demora de liberação de verbas. Segundo ele, em dezembro do ano passado foi feita uma vistoria que constatou que as instalações elétricas do prédio são inadequadas e que era urgente à implantação de um sistema de combate a incêndio.

O laudo, de acordo com Sérgio Alex, foi encaminhado aos Ministérios da Educação, da Cultura e de Ciência e Tecnologia, que prometeram uma verba de R$ 40 milhões para uma reforma no prédio.”

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. Muita coisa cheira política, algumas cheiram mal. A morte da Marielle, incêndio no Museu Nacional e logo em seguida no casarão histórico, protestos políticos e aparições num momento de pré eleições???

Ler mais 55 comentários
  1. Muita coisa cheira política, algumas cheiram mal. A morte da Marielle, incêndio no Museu Nacional e logo em seguida no casarão histórico, protestos políticos e aparições num momento de pré eleições???

  2. Importante, é colocar após os nomes suas profissões, e qualificações.Assim, só mostra que indicados-maioria – são do mesmo partido. Não diz muito.Mas colocar o curriculo de cada um é o que interessa

  3. Os que vivem pregando que tudo tem que sair da mão do estado queriam que o estado pagasse a manutenção do museu. Com liberais como esses, o Brasil vai virar uma Venezuela de qualquer jeito.

  4. Num jornal da Globo deu que o BNDES já tinha destinado verba para melhorias no Museu, incluindo prevenção de incêndio. Mas se perdeu na burocracia. Mas garanto q dinheiro p/ Venezuela saiu rápido.

  5. Agora fica todo mundo se lamentando.Isso ocorreu também porque os intelectuais que giram em torno da cultura naose mobilizaram p/ proteger aquelepatrimônio.Dão mais importanciapara a militância politi

    1. Não faltou patrocínio da Lei Roubanet para baile funk, filme LGBT, peças “duzartista cumpanhêru”, shows em acampamento do MST,…..

  6. Pois é, e estes canalhas da esquerda (Lindberg, Manoela, Boulos, Gleisi) falando no twitter que a culpa é o teto dos gastos. Canalhice tem perna curta. Divulguemos este texto a exaustão.

  7. Prioridades??? Doação ao Estado da Palestina. Rodrigo Maia assinou a Medida Provisória 819/2018, que autoriza a União a doar ao Estado da Palestina até R$ 792 mil. LEI Nº 13.669, DE 30 DE MAIO DE 2018

  8. Quinze anos do PT no poder desviando bilhões em propinas, não deu tempo de governar. A proposta era apenas roubar. Roubaram tudo e assim cumpriram o objetivo, fazendo o melhor DESGOVERNO da história.

  9. Chocante são as entrevistas. Todos com soluções pós desastre. Foi perdida, não só a história do Brasil, mas também o trabalho de profissionais sérios que reconstruiram esta história. Tempo perdido.

    1. Querem um mundo que apaga a história da humanidade, do mundo civilizado, das nações e até a identidade das famílias.

  10. É de lascar, agora aparece políticos se aproveitando do incêndio, estão mais de 5, 10, 15, 20 anos na política e nada fizeram, é só procurar o que fizeram no deslizamento na região serrana do RJ.

  11. O fato é que o BNDES liberou 21 milhões de reais para a revitalização do museu em junho. O Antagonista poderia tentar “investigar” o que ocorreu com ele, mas prefere explorar a tragédia…

    1. Eduardo, ontem o Diretor do Museu explicou que este financiamento do BNDES saiu mês passado, mas que a grana só seria liberada após as Eleições. Fica claro quais são as prioridades.

  12. Desde 2014 que o governo Dilma não dava mais nem um centavo para o Museu. Agora não adianta o PT, a Globo e seus artistinhas, aparecerem chorando cinicamente. Todos sabiam da situação e nada FIZERAM.

  13. Essa é a pauta Globalista apoiada por todos os partidos inclusive os que se apresentam como liberais no Brasil. Estão mais para os Liberals americanos que são socialistas. Não confundam.

  14. Sou a favor da privatização de tudo salvo algumas exceções, como saúde, educação etc. Se o museu fosse privado, pela importância que tem, não queimaria. O Estado senta em cima e nada faz.

  15. E agora? Os políticos de sempre (Lindinho, Dilminha e petistas em geral) que só só vampirizam quando algo de ruim acontece vão continuar a dar declaraçoezinhas de repúdio? Vão catar coquinho!!!!

  16. É o resultado da política econômica dos comunistas que roubarão, roubarão, ai está as consequências, jogaram nossa historia no lixo assim como o TSE com Gilmar Mendes. Chora Brasil!.

  17. Sim, vai pegar fogo. Porém , Lula e Dilma, mais os artistas da LEI Roubanet não estavam nem aí. Deu no que era esperado. Sergio Mallandro recebeu 900 mil e virou petista. Phodase nossa história, né?

  18. Revoltante!, Revoltante!, Revoltante, o desprezo que os governantes dão há educação e a cultura, na hora de liberar dinheiro para artista corruptos, são rápidos, mas, preserva museus, ai pode esperar

  19. Diretamente responsáveis pela morte de nossa cultura, Sarney, FHC, Cachaceiro, Anta e o Vampirão, só se preocupara em atender artistas corruptos, não é Gilberto Gil?, Min da Curtura do LADRÃO.