O nome impoluto

Cármen Lúcia pode se candidatar a presidente em 2018.

A Folha de S. Paulo analisa suas chances:

“Num cenário de desencanto no Brasil e no mundo com políticos tradicionais, nomes impolutos como os de Joaquim Barbosa (nos idos do mensalão), Sergio Moro e Cármen Lúcia habitam o imaginário do eleitor brasileiro.

A saber se a ministra já foi ou será picada pela mosca azul até 2018”.

Se o STF participar de algum golpe contra a Lava Jato, a candidatura de Cármen Lúcia será desfeita imediatamente, assim como seu nome impoluto.

Faça o primeiro comentário