“O novo Legislativo vai se dar conta de que o jogo mudou”

Murillo Aragão, em entrevista a Sonia Racy, explicou qual é a fórmula de governo que está sendo testada por Jair Bolsonaro:

“O presidencialismo de coalizão no Brasil não vai acabar por causa do modo Bolsonaro de governar. Eles vão precisar de coalizões para aprovar projetos e emendas importantes. Como não temos um partido com maioria absoluta em ambas as casas, a criação de uma base torna a negociação inevitável. O que há de novo nessa relação é o esvaziamento do poder dos caciques tradicionais. E, junto a isso, o fim da fórmula ‘porteira fechada’ para nomeações. Resta saber se vai funcionar, né?”

E também:

Essa renovação do Congresso é um fenômeno vinculado à rotina política anterior. Mas o fator Lava Jato significa alguém no Ministério da Justiça avisando: ‘Olha, as regras de comportamento são outras agora’. O novo Legislativo vai se dar conta de que o jogo mudou. Naquele ambiente de luta por verbas, por votos, por cargos, o que significa ‘mudou’? Que não é só uma renovação de pessoas, mas também de costumes. Essa eleição traduziu o resultado de uma tomada de posição da sociedade. O eleitorado foi buscar um candidato de fora do establishment político – também no caso de alguns governadores e muitos deputados – e espera deles um novo tipo de comportamento. Esse é o primeiro ponto. O segundo é saber se esse Congresso vai ser reformista. Cabe lembrar que, de um modo geral, o Legislativo tem sido, sim, reformista.”

O inimigo número 1 de Sergio Moro. Leia AQUI

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. A esquerdalha entregava kit gay, cota pra isso e pra aquilo e lei d criminalização d tdo. Bolsonaro entregará segurança, hospitais, estradas, etc.. A ver o q a população prefere.

Ler mais 28 comentários
  1. A esquerdalha entregava kit gay, cota pra isso e pra aquilo e lei d criminalização d tdo. Bolsonaro entregará segurança, hospitais, estradas, etc.. A ver o q a população prefere.

  2. Resumo: o jogo é outro, o risco é outro. E o povo está com a faca nos dentes!! Nossa limpeza continuará em 2020 e 2022. Ou trabalhem p/ nós com um mínimo de decência e competência ou ZAZZZ!!

  3. AVISO: Não é Bolsonaro e sim o povo brasileiro que irá fazer essa mudança, Bolsonaro é nosso indicado para fazer as mudanças que começamos em 2013 nas rua. Nem desenhando conseguem entender!

    1. Mas esperneia, resiste, insiste. Possivelmente ainda vai tentar, a velha e agonizante política, sabotar aqui e ali. Contra a Nação, sabemos. Estaremos alertas, nós a Nação.

    1. A mídia tradicional pró-PT e contra Bolsonaro e a direita, mais os cientistas e analistas políticos, evitam falar que o Brasil está “em guerra” contra os socialismo/comunismo. Pode reparar.

  4. Será muito interessante observar o comportamento do Legislativo nos próximos anos, com a entrada de novos personagens na política, com pensamentos diferentes, colocando o dedo na ferida dos dePUTAd