"O Novo não concorda que essa seja a boa política"

“O Novo não concorda que essa seja a boa política”
Foto: Reprodução/Redes Sociais

Como noticiamos, os deputados aprovaram há pouco os R$ 6 bilhões de créditos extras que servirão para o governo Bolsonaro, neste fim de 2020, jorrar dinheiro para o Centrão inaugurar obras país afora.

A bancada do Novo votou contra o projeto de lei que autoriza o crédito suplementar.

Paulo Ganime, líder do partido na Câmara, disse que as “emendas extras vão atender interesses políticos”.

“Pode ser legítimo, pode ser a forma de o governo manter a sua base. Mas o Novo não concorda que essa seja a boa política.”

Leia mais: Enquanto Brasília faz tudo errado, a Crusoé continuará fazendo o certo: fiscalizando o poder.
Mais notícias
TOPO