ACESSE

O ódio de Paulinho não é a reforma da Previdência

Telegram

A polêmica declaração de Paulinho da Força contra a reforma da Previdência – que, segundo ele, pode reeleger Jair Bolsonaro – tem como pano de fundo a MP 873, que frustrou os planos de “retorno do imposto sindical”.

Desde a aprovação da Reforma Trabalhista, que proibiu a contribuição obrigatória, Paulinho tenta desesperadamente resgatar o financiamento dos sindicatos.

A solução chegou com a ideia de universalizar a cobrança da “contribuição assistencial”, decorrente de convenções coletivas e antes restrita a filiados.

Mas, ao editar a MP 873, Bolsonaro bloqueou novamente o acesso de Paulinho da Força (e de outras lideranças sindicais) ao bolso do trabalhador. O deputado calculava recuperar em 2019 todas as perdas que teve em 2018.

Esse é o real motivo da revolta do deputado contra o presidente.

Por que as ameaças de Paulo Guedes abandonar o posto já não assustam tanto. Saiba mais

Comentários

  • JOSÉ -

    Essa ideia genial ainda não tinha me ocorrido. Vamos por maos a obra. Esse tal de Paulinho seria um bom começo.

  • Sérgio -

    A revolta desse paulinho é a MP873, Nolsanaro ter sido eleito e assim a grana fácil dos governos de esquerda para comprar apoio sindical e a possibilidade de Bolsonaro se reeleger. Devam ter outras.

  • wanderlei -

    Esse parasita está desesperado porque a vadiagem dos sindicalistas vai acabar e terão que suar a camisa para conquistar associados. Não têm credibilidade com as bases.

Ler 57 comentários