O ouro da Odebrecht

A Vila Olímpica está no seguinte estado, segundo o UOL:

“O Consórcio Ilha Pura, formado pela Odebrecht Imobiliária e pela Carvalho Hosken, entregou as instalações hidráulicas e elétricas da Vila Olímpica de atletas apenas há um mês. Os testes mostraram que houve falhas principalmente nestes pontos.

O COI admitiu os problemas em todos os prédios. O comitê organizador do Rio diz que agora 12 deles já estão com problemas resolvidos, e outros 19 ainda estão para ser completos.

Questionado, o Consórcio Ilha Pura disse que está resolvendo problemas: ‘A equipe de manutenção da Vila dos Atletas foi acionada para atender a falhas em alguns apartamentos e está realizando os ajustes necessários. O objetivo é manter todos os esforços para concluir estes ajustes de modo que as delegações possam desfrutar da melhor forma da estadia na Vila dos Atletas’.

O investimento das construtoras foi de R$ 2,3 bilhões por meio de financiamento da Caixa Federal. A Carvalho Hosken e a Odebrecht também participam do consórcio Riomais que construiu o Parque Olímpico”.