O papelucho do “Italiano”

O advogado de Antonio Palocci, José Roberto Batochio, está enterrando seu cliente.

Ele continua a negar que Antonio Palocci seja o “Italiano” das planilhas da Odebrecht:

“O único elemento considerado pela denúncia é um papelucho tratado como ‘planilha’ sob a rubrica de ‘Italiano’. Os acusadores já apontaram esse ‘Italiano’ como sendo Fernando Migliaccio, depois Guido Mantega, depois um engenheiro italiano e, agora, na quarta tentativa, querem atribuir este apelido a Palocci”.

Na verdade, a identidade do “Italiano” foi esclarecida por Dona Xepa, sete meses atrás (leia abaixo). E foi confirmada por meia dúzia de delatores da Odebrecht, em particular Marcelo Odebrecht e Pedro Novis.

Com José Roberto Batochio, que também é advogado de Lula, Antonio Palocci nunca mais vai sair da cadeia.

DONA XEPA ENTREGA ANTONIO PALOCCI

Brasil 24.04.16 08:08

Antonio Palocci é o “italiano” das planilhas da Odebrecht.

Ele arrecadou propina para as campanhas de Lula e Dilma Rousseff, juntamente com Guido Mantega e João Vaccari Neto.

Segundo O Globo, a denúncia foi feita aos investigadores da Lava Jato por Monica Moura, a dona Xepa, mulher de João Santana.

“A mulher de Santana diz ser capaz de ajudar a PF a esclarecer informações da planilha nomeada ‘posição-italiano’, apreendida na caixa de e-mail do então diretor da Odebrecht Fernando Migliaccio.

O italiano citado como referência para os pagamentos da tabela seria Antonio Palocci.

O documento é considerado um prova contundente sobre o pagamento de propina a agentes políticos pela empreiteira. Migliaccio era lotado no Setor de Operações Estruturadas da Odebrecht, área responsável por operacionalizar repasses ilegais no Brasil e no exterior”.

Faça o primeiro comentário