ACESSE

O passado de Mourão não condena

Telegram

Quem acusa Hamilton Mourão de ser petista e comunista esquece que o general foi severamente punido por Dilma Rousseff, justamente por criticá-la.

Numa palestra em 2015, o então comandante militar do Sul comentou sobre o impeachment da petista, ressaltando que a “mera substituição” não traria mudanças significativas, mas “a vantagem da mudança seria o descarte da incompetência, má gestão e corrupção”.

Mourão também atacou a classe política como um todo, ao afirmar que “a maioria dos políticos de hoje parecem privados de atributos intelectuais próprios e de ideologias, enquanto dominam a técnica de apresentar grandes ilusões”.

A gota d’água para seu afastamento do Comando Militar do Sul foi uma homenagem póstuma a Brilhante Ustra, ídolo de Jair Bolsonaro.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 108 comentários