​O passo 2 de Temer

Integrantes do governo têm dito que a aprovação do teto para os gastos públicos será um movimento importante, mas limitado, para arrumar a casa.

O necessário passo seguinte, segundo Ilimar Franco, de O Globo, será rever as despesas vinculadas da saúde, educação e seguridade social.

Sem mexer nisso, apostam os governistas, será difícil estabelecer prioridades.