O pedido de CPI para investigar o vazamento das mensagens entre Moro e integrantes da Lava Jato

O Antagonista obteve em primeira mão o pedido de CPI para “investigar a interceptação e violação de sigilo de dispositivos celulares” de Sergio Moro e integrantes da força-tarefa da Lava Jato.

O requerimento, de autoria dos deputados Filipe Barros e Carlos Jordy, ambos do PSL, defende que “cabe à Câmara dos Deputado apurar possíveis mandantes, executores e beneficiados com o crime em comento”.

“Os dados obtidos de maneira ilícita violam a privacidade dos, mas se mostram ainda mais graves por terem relação direta com pessoas responsáveis pela Operação Lava Jato – a maior operação anticorrupção da história do Brasil”, diz outro trecho do pedido.

E mais:

“Importante ressaltar que o ataque não foi um roubo simples de dados, como ocorre com pessoas comuns. O ataque foi direcionado aos principais atores que investigam e processam as mais altas autoridades na Operação Lava Jato.”

Confira AQUI a íntegra do requerimento, que precisa da assinatura de 171 deputados para ser protocolado.

Bolsonaristas x petistas: novo embate pode acontecer no maior palco eleitoral do país. SAIBA TUDO
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO