O petista sumiu

PT e PDT selaram em um jantar ontem em Brasília a aliança para a disputa local em 2018.

O ex-governador Agnelo Queiroz não apareceu e ninguém quis saber dele.

Assim como Fernando Haddad em São Paulo (na disputa pela Prefeitura), o petista Agnelo conseguiu a façanha de perder no primeiro turno na capital federal (na disputa pelo governo).

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler 9 comentários
  1. Agnelo na verdade era do PCdo B, mudou para o PT para candidatar a governador e quebrar o DF. Até hoje o DF está quebrado e não equilibrou as finanças. Agnelo deu aumento salarial sem orçamento para o sucessor pagar e se briga está feia. Não há dinheiro e o funcionalismo revoltado. O Rollemberg também não se reelege.

  2. Aqui em Brasília deveria ter um governador biônico e fechar a Câmara Distrital. Porcaria por porcaria, pelo menos diminui o número de idiotas cuspindo regras e papando os nossos impostos.

    1. Sim, deveria ter só administradores regionais escolhidos pela população por pessoas que se destacaram na comunidade. Para que serve aquele monte de parasita tipo chico disso, chico daquilo a não ser representar grupos organizados e defender seus lobbies?

    2. Tamém acho. Essa Camara Legislativa só serve pra roubar e fazer lei inconstitucional. Tem que fechar esse antro de ladrões

Os comentários para essa notícia foram encerrados.