“O pior inimigo da ratificação do acordo comercial com o Mercosul”

“O pior inimigo da ratificação do acordo comercial com o Mercosul”
Foto: Isac Nóbrega/PR

Em artigo para o Estadão, o professor de Relações Internacionais da FGV Oliver Stuenkel afirmou que o governo Jair Bolsonaro, em seus dois anos de mandato, “deteriorou praticamente todas as relações do país.

A reputação nos quatro mercados mais relevantes para a economia brasileira – o chinês, o norte-americano, o europeu e o latino-americano – é a pior em décadas. Tanto na Europa quanto nos Estados Unidos, a retórica antiambientalista fortalece aqueles que se opõem a uma aproximação com o Brasil. Em círculos diplomáticos europeus, fala-se abertamente que o presidente brasileiro é o pior inimigo da ratificação do acordo comercial com o Mercosul. Fora os nacionalistas da Hungria, Polônia e Eslovênia, não há um único chefe de Estado da União Europeia que receberia uma visita oficial de Bolsonaro hoje em dia.”

Leia mais: Crusoé mostra como a corte do STF volta a ser palco de troca de farpas entre ministros, intrigas e até ameaças após o julgamento da reeleição no Congresso.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO