ACESSE

O Planalto foi avisado das 100 mil mortes por Covid-19

Telegram

A equipe de Luiz Henrique Mandetta projetava 100 mil mortes na epidemia de Covid-19.

Wanderson Oliveira disse à Folha de S. Paulo:

“Quando fizemos um dos primeiros modelos de projeção com o pessoal da Opas, em março, estimamos 100 mil óbitos.

Acredito que, se não tivesse sido feito nada, e os modelos são para essa situação, teríamos um cenário ainda mais complicado do que estamos vendo. As medidas empurraram a curva para frente.”

O jornal perguntou se o Palácio do Planalto foi avisado.

Ele respondeu:

“Foi avisado, tanto que tivemos reunião com a Economia. Em seis meses, era quando teria esse volume de óbitos mais largo, de 100 mil.

Na prática, se considerar um cenário nesse ritmo, não vejo muito diferença disso, não. Vai ter até mais. Estamos com 58 mil mortes no primeiro semestre.

Se mantiver esse padrão, mesmo olhando a curva caindo ao longo do tempo, perto do fim do ano posso ter 110 mil, 120 mil.”

Leia mais: A estratégia de Bolsonaro para chegar ao fim do mandato

Comentários

  • Alexandre -

    Palanqueiros

  • Gilberto -

    Mandetta nada fez para evitar as mortes. Só aproveitou politicamente a pandemia para se promover e acabou contribuindo para que muitas mortes não fossem evitadas com tratamento precoce.

  • MARCELO -

    Meu posicionamento é: Lockdown no início ali 30 40 dias ..de 14/3 a 14/4 .. Depois retorno organizado as atividades indústria comércio e serviços .. A economia está em cheio atingida .. stf tem culpa

Ler 65 comentários