O PLANO B

Diante da enorme reação negativa à anistia, os líderes dos partidos preparam um “plano B”. Eles podem deixar a emenda salva-Orcrim de lado e apoiar o texto do parecer de Onyx Lorenzoni, que criminaliza o caixa 2.

O problema é que o texto está sendo revisado para garantir que, ao criminalizar o caixa 2 a partir de agora, não haja retroatividade. Todos que receberam dinheiro por fora em eleições passadas serão perdoados.

Bastava regulamentá-lo em harmonia com o artigo 350 do Código Eleitoral, mas eles não vão perder a oportunidade de ir além.