ACESSE

"O plenário virtual durante a pandemia será algo pedagógico, didático"

Telegram

O deputado Evair de Melo (PP), autor do projeto que já tramitava na Câmara propondo a criação de plenário virtual, disse a O Antagonista que é preciso “fazer do limão uma limonada”.

Para ele, as votações virtuais em caráter emergencial, em razão da pandemia do novo coronavírus, poderão ser uma prévia para que o modelo seja implementado em definitivo no Congresso.

“Temos que fazer do limão uma limonada. O plenário virtual durante a pandemia será algo pedagógico, didático. Vamos aproveitar o momento para aprender mais sobre esse modelo.”

Pela proposta dele, convocações extraordinárias poderiam ocorrer, inclusive, em fins de semana e feriados, sem a necessidade de os parlamentares estarem em Brasília.

Leia também:

Um Congresso totalmente virtual?

Leia também: Congresso X redução do gasto público. Entenda a razão.

Comentários

  • Nestor -

    Assim os BANDIDOS poderiam ROUBAR MAIS!

  • Ruy -

    Depois, poderiam aproveitar e implementar a votação direta pela população, também conhecida como democracia direta. Eu não preciso que ninguém fale por mim.

  • EDUARDO -

    Não confio quando parlamentares do PP elogiam algo... para mim aí tem treta...

Ler 12 comentários