ACESSE

O "poder quase ditatorial" do Supremo

Telegram

Joel Pinheiro da Fonseca disse que “é impossível não se revoltar contra o próprio Supremo quando ele veste a carapuça do poder quase ditatorial que lhe é atribuído, e em benefício de seus próprios membros.

Ao proibir que a revista Crusoé e o site O Antagonista veiculem o conteúdo do depoimento de Marcelo Odebrecht à Lava Jato, em que ele menciona o ministro Dias Toffoli, os ministros do Supremo Tribunal Federal mostram que, de fato, se julgam acima das liberdades e direitos que valem para o resto dos brasileiros.

A informação veiculada pela Crusoé consta dos autos da Lava Jato. Não é uma invenção do jornalista (…).

Inevitavelmente, a tentativa de calar a imprensa produz a suspeita contrária na mente da população: se Toffoli é mesmo inocente, por que manda barrar o conteúdo da reportagem?”

Novo Antagonista: um projeto inédito, agora ainda mais essencial SAIBA MAIS AQUI

Comentários

  • Presidente-XVII -

    O STF é um olimpo.

  • Magalhães -

    A renúncia é a melhor saída para a democracia.

  • Nestor -

    Brasil, ou feche os olhos para o que acontece, ou será censurado!!!

Ler 146 comentários