Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

O pós-bolsonarismo de Zema

O governador de Minas Gerais deve abondonar o Novo e entrar para o novo partido a ser criado pela fusão entre DEM e PSL
O pós-bolsonarismo de Zema
Foto: Gil Leonardi/Imprensa MG

Romeu Zema deve abandonar o Novo, que evaporou, e filiar-se ao DEM, que vai se tornar o maior e mais rico partido brasileiro, depois da fusão com o PSL.

Algumas semanas atrás, segundo O Globo, o governador de Minas Gerais reuniu-se com ACM Neto para tratar do assunto.

“Pessoas próximas a ambos afirmam que a conversa foi uma ‘aproximação importante’”. 

A direita e o centro entenderam que Jair Bolsonaro está acabado e que é preciso encontrar uma saída em 2022. Só os aloprados vão permanecer com o sociopata. E, talvez, o PP.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO