O PPS reconheceu que a agenda comunista fracassou, diz líder do partido

Telegram

No congresso em que o PPS mudou o nome do partido para Cidadania, o deputado Daniel Coelho afirmou que a mudança pretende apagar a origem comunista da legenda.

“Temos a nossa história. O PPS reconheceu que a agenda socialista e comunista fracassou do ponto de vista econômico e olhamos para frente. Defendemos teto de gastos, reforma trabalhista e da Previdência, a agenda econômica conectada ao mundo atual. Caminhamos para o centro, mas temos parlamentares de centro-esquerda e centro-direita”, disse ao Congresso em Foco.

Comentários

  • Leonardo -

    O antigo PPS, agora Cidadania, é o novo PMDB da política brasileira: cabe tudo ali dentro. É comunista? Pode entrar! É conservador? Pode entrar! Libertário? Pode também. Não é nada? Opa, entra

  • Fabio -

    Mas claro, eis surge um novo partido com os mesmos políticos, igual ano novíssimo MDB renascido do MDB.

  • André -

    O velho truque de fingir que não é mais comunista... é a merd@ que vira bost@.

Ler 84 comentários