O pré-sal particular de Paulo Roberto Costa

Está na Folha de S. Paulo: Careca, o policial que era o leva-e-traz do doleiro Alberto Youssef, disse à polícía que ouvira falar que Paulo Roberto Costa, o ex-diretor da Petrobras, havia aterrado a piscina da sua própria casa, na Barra daTijuca, no Rio de Janeiro, para esconder dinheiro. Fotos do Google Maps mostram, de fato, que no lugar da piscina há um gramado.
Numa cidade em que, no verão, a sensação térmica pode atingir cinquenta graus, só um louco substitui uma piscina por um gramado. Ou um ladrão.
Ao que tudo indica, Paulo Roberto Costa tinha — ou tem — o seu pré-sal particular.


O petróleo é nosso

Faça o primeiro comentário