"O presidente está matando, está matando"

“O presidente está matando, está matando”
PORTO ALEGRE, RS, BRASIL,01.04.2020 - Governador concede entrevista a emissoras de televisão para explicar decreto de fechamento de comércio. Fotos: Gustavo Mansur/ Palácio Piratini

O anti-bolsonarismo vai decidir a disputa de 2022.

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, disse ontem, em entrevista coletiva, que Jair Bolsonaro “está matando” pessoas na pandemia.

“É com a vacina que conseguiremos parar o vírus. Infelizmente, o presidente lançou dúvidas sobre a vacina, está demorando para adquirir. É uma irresponsabilidade que torna o presidente o grande responsável pela crise sanitária e pelas mortes que nós estamos observando no Brasil hoje (…).

Se é para obedecer um mandamento divino, lembre-se que está entre esses mandamentos não matar e um líder, na posição como a do presidente da República, que despreza os cuidados sanitários e provoca confusão na sua gente, na sua população, simplesmente buscando talvez um proveito político ou se desfazer de algum prejuízo político que possa causar as medidas que têm que ser tomadas, infelizmente está matando, está matando. É isso que está acontecendo no país nesse momento.”

Leia mais: Assine a Crusoé e apoie a o jornalismo independente.
Mais notícias
TOPO