ACESSE

O presidente não sabe ler a lei

Telegram

Dois dias depois de o ministro Celso de Mello autorizar a divulgação do vídeo da reunião ministerial do dia 22 de abril, Jair Bolsonaro usou o Facebook para publicar um trecho da lei de abuso de

“Lei 13.869/2019 – Abuso de Autoridade

Art. 28.  Divulgar gravação ou trecho de gravação sem relação com a prova que se pretenda produzir, expondo a intimidade ou a vida privada ou ferindo a honra ou a imagem do investigado ou acusado:

Pena – detenção de 1 (um) a 4 (quatro) anos.”

O presidente não sabe ler a lei. Reunião ministerial não é intimidade nem privada.

Leia também: Bolsonaro mandou investigar Witzel?

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 472 comentários