ACESSE

"O primeiro caminho é parar de falar, falar só o essencial"

Telegram

Um ex-deputado que trabalha no Palácio do Planalto pediu para desabafar sem querer ser identificado, “para não criar atrito aqui dentro”.

Ele disse, em conversa com O Antagonista:

“Cada partido, cada deputado tem um interesse. Tem gente que não quer ver o Bolsonaro bem já pensando em 2020, em 2022. A esquerda quer voltar o poder. Há um monte de interesses envolvidos na situação atual do governo.

Agora, em paralelo a isso, há os nossos erros. Pessoas que não têm nada a ver com o processo, como o Olavo, que ficam plantando coisas e falando muita coisa. É claro que isso vai tensionar o ambiente.

Sobre os filhos, o Flávio está mergulhado na sua própria condição de fragilidade. O Eduardo achou uma pegada boa, que é se envolver com essas histórias de relações exteriores. E aquele outro que está no Rio de Janeiro está com tempo vago demais. Além disso, o PSL não ajuda muito.

Estou pedindo para os generais não se meterem mais. O primeiro caminho é parar de falar, falar só o essencial, dizer só o essencial. É preciso maturidade.”

Como foi articulada a primeira grande derrota de Sergio Moro em Brasília. LEIA AQUI

Comentários

  • Gustavo -

    Falou tudo!!!

  • Teresa -

    Precisa pedir ao Presidente para de falar e twittar, ele é o problema.

  • Paulo -

    É, o Marinho tá certo, é isso mesmo.

Ler 51 comentários