ACESSE

O primeiro sucesso de Moro

Telegram

Sergio Moro ainda nem assumiu, mas já colhe os primeiros resultados.

Leia o comentário de José Nêumanne, no Estadão:

“O anúncio de que o juiz Sergio Moro será superministro da Justiça no governo Bolsonaro já produziu um efeito benéfico na pauta da cúpula da Justiça brasileira. Estava marcada para 7 de novembro a reunião da 2.ª Seção do STJ para reduzir o prazo de prescrição de crimes cometidos de dez para três anos – menos de um terço – e ela foi cancelada depois da notícia. Com isso, as empresas interessadas, principalmente as grandes empreiteiras, como a Odebrecht, que seriam beneficiadas com mais esse mimo da alta aristocracia judiciária, não o serão mais.”

A grande imprensa está atrasada no episódio do convite de Bolsonaro a Moro... Imagine o que ela está deixando de revelar para VOCÊ LEIA AQUI

Comentários

  • ARNALDO -

    Parece que a chegada do capitão vai alterar o nosso vilipendiado país.

  • Eduardo -

    Mas que raio de STJ é esse? Discutir a redução do prazo de prescrição de crimes? E a grande mídia? Só esperando essa vergonha ser discutida e "relatar" caso fosse aprovada? Vergonha de país!

  • Anay -

    Como esperam ser respeitados? Pauta como essa nem deveria ser considerada pelo tribunal. Ou amanhã vão ter uma reunião igual para traficantes?

Ler 76 comentários