O privilégio dos assassinos ricos

Seria ótimo também que crimes de sangue, como o assassinato de Sandra Gomide por Antonio Pimenta Neves, fossem julgados definitivamente em segunda instância.

Não tem sentido esse tipo de crime ir parar no Supremo Tribunal Federal, uma corte que deveria ser eminentemente constitucional.

É preciso acabar com esse foro privilegiado para assassinos ricos e poderosos.

Faça o primeiro comentário