“O problema é que os servidores só querem privilégio”

Leonardo Rolim, secretário de Políticas de Previdência Social, disse em entrevista para o Correio Braziliense que o maior foco de resistência à reforma previdenciária é, claro, o servidor público.

“O problema é que os servidores só querem privilégio. Se for tirar um pouquinho do privilégio, para eles, já é o fim do mundo. O mundo vai cair. É assim que boa parte da minha categoria pensa, infelizmente. Não é confisco, porque a alíquota efetiva máxima vai ficar um pouco abaixo de 17%. Se somar com a alíquota efetiva do IR, deve dar, praticamente em todos os casos, menos de 40%. Esse pessoal sabe manipular número.”

Comentários

  • ROSÂNGELA -

    Sim, perder privilégios ninguém quer. Querer ver a crise brasileira acabar sem dar sua contribuição é hipocrisia.

  • Nelson -

    Antagonista está se tornando intelectual....agora lê Correio Brasiliense e pra não perder o costume, lhe surrupia a matéria. Parabens.......e assim caminha a mídia brasileira.

  • ROGERIO -

    O Brasil não merece ser um Estado, ter funcionários públicos, previdência social, saúde e educação públicas. Melhor desmontar tudo e devolver para os indios. Estamos falidos.

Ler 547 comentários