ACESSE

O problema não é a matança, é a condução coercitiva

Telegram

O Atlas da Violência 2018, divulgado hoje, mostra que 2% dos municípios concentram metade dos homicídios do país.

A maior matança ocorre em Queimados, no Rio de Janeiro, com um índice de 134,9 homicídios para cada 100 mil habitantes. A cidade menos violenta é Brusque, em Santa Catarina, com um índice de 4,8.

Esses números deveriam guiar as autoridades, mas ninguém vai fazer nada sobre o assunto, porque o que interessa é suprimir a condução coercitiva de poderosos da política.

 

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 47 comentários