O propagandão no Coaf

O diretor de marketing da Caixa disse à Borghi & Lowe que outras três agências já haviam desembolsado dinheiro para a campanha de Dilma Rousseff.

Releia o que O Antagonista publicou alguns meses atrás.

Na época, ninguém se interessou pelo assunto. Mas é claro que a Pepper foi usada para receber esses pagamentos:

O mensalão, o petrolão e o propagandão

O Antagonista publicou a lista de quem pagou a Pepper.

Além do PT e da OAS, há também seis agências de publicidade, todas elas com contas do governo.

A IstoÉ já citou a Propeg, que foi acusada pela dona da Pepper de ter repassado propina para a campanha de Dilma Rousseff.

Mas há também a Agnelo Pacheco, a Nova SB, a Lew Lara, a Link e a Borghi & Lowe, cujo diretor foi preso juntamente com o deputado André Vargas, que cuidava da área de publicidade no PT.

Essas agências aparecem no relatório que o Coaf enviou à CPI do BNDES e que publicamos aqui com exclusividade:

Faça o primeiro comentário