ACESSE

O protocolo ético de Haddad

Telegram

Fernando Haddad convidou Jair Bolsonaro a assinar uma “carta de compromisso” estabelecendo um “protocolo ético” para a campanha do segundo turno.

Ele fez isso logo depois de visitar Lula em Curitiba.

Esse deveria ser o primeiro item de qualquer protocolo ético: um candidato a presidente não pode ir à cadeia para receber ordens de um corrupto e lavador de dinheiro.

Foto: Adriano Machado/Crusoé

Renan promete barrar os planos de Sergio Moro. Confira agora

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 332 comentários