O PSB no bolso de Dilma

O PSB está se acertando com Dilma Rousseff.

O motivo é simples. Paulo Roberto Costa acusou o senador Fernando Bezerra de repassar 20 milhões de reais em propinas da Petrobras para a campanha presidencial de Eduardo Campos. Agora Fernando Bezerra quer que o governo o proteja da mesma maneira que protegerá os petistas, como fez com Renato Duque. Ele já conversou com Aloízio Mercadante sobre o assunto. E o governador de Pernambuco, por sua vez, já conversou com Lula. Duas conversas altamente republicanas.

Uma semana atrás, Fernando Bezerra elegeu Fernando Filho líder do PSB na Câmara. Fernando Filho é – olhe só – filho de Fernando Bezerra. De filho em filho e de propina em propina, o PSB durou menos de 40 dias do lado de cá.

O Brasil tem uma encrenca: o PT. E o Brasil tem outra encrenca: os oposicionistas.

Fernando Pai e Fernando Filho

Faça o primeiro comentário