O PSDB coloca as instituições acima de tudo  

O PSDB pressiona para que ocorra amanhã, no Senado, a votação do requerimento de urgência sobre a suspensão do mandato de Aécio Neves.

Por que não esperar até o dia 11, quando está marcada a sessão no plenário do Supremo?

Porque os tucanos têm medo de que um ministro peça vista e Aécio fique suspenso indefinidamente, segundo o Painel.

O PSDB coloca as instituições acima de tudo.

 

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

  1. Ler mais 23 comentários
    1. Tomara que o senado realize a votação já, porque assim será teremos a ruptura imediata das instituições e certamente o circo de horrores pega fogo de uma vez…
      Rápido senhores senadores machões, mandem ver!!!

    2. SEMPRE FUI VOTANTE FIEL DO PSDB. FUI. AGORA ESTÁ PROVADO QUE SE TRATA DE UM PARTIDO TÃO SÓRDIDO COMO O PT. INACREDITÁVEL QUE DEFENDAM AÉCIO PEGO COM 2 MILHÕES DE REAIS EM MALAS DE DINHEIRO. ESTÃO LOUCOS? É FALTA DE RACIOCÍNIO? NÃO MEDEM CONSEQUÊNCIAS? É UM SUICÍDIO POLÍTICO. VEJAM QUE DÓRIA FOI DEFENDER TEMER E AGORA COLHE O RESULTADO: DESPENCOU NAS PESQUISAS. ACABOU O PSDB…

    3. E por que é que qualquer um tem que fiocar preso indefinidamente quando o STF fez besteira, Antagonistas? As medidas impostas a Aécio estão no Artigo 319 do Código de Processo Penal, que reúne as ações cautelares ALTERNATIVAS à mais grave de todas elas: a prisão preventiva. Isso quer dizer o seguinte: sem que haja motivos para a preventiva, não pode, por óbvio, haver motivos para as imposições que a substituem. Isso também está explicitado no Código de Processo Penal, no Artigo 282, Parágrafo 6º. Transcrevo:“A prisão preventiva será determinada quando não for cabível a sua substituição por outra medida cautelar”.
      Isso evidencia que os dois Artigos são inseparáveis. Ou bem se aplica a ação cautelar extrema do 312, a preventiva, ou bem se aplicam as ações mais amenas, previstas no 319. Ou ainda: o 312 deve ser aplicado quando o 319 se mostrar insuficiente; o 319 só pode ser aplicado quando, num juízo mais severo, couber o 312. Mais ainda: Aécio poderia ter sido preso preventivamente? Cabia a ele a cautela extrema do Artigo 312? A resposta é “não”! Parlamentares têm uma proteção constitucional especial. Pelo que, se não cabe um, como aplicar o outro? É só uma pergunta…

      1. Se o Delcídio foi preso em flagrante em caso semelhante ao do Aécio. Se o Eduardo Cunha, presidente do Congresso Nacional foi afastado do cargo, deflui-se que o Supremo criou jurisprudência sobre o assunto. Assim não pode tratar o Aécio de forma diferente.

      2. José Eduardo, pare de ficar citando esses negócios chatos de lei e Constituição.
        O ‘minha opinião’ já decidiu que Aécio foi pego em flagrante e pronto. Não tem discussão.

    4. Estão a reboque dos corruptos “públicos” Aécio, Temer, depois não entende como Lula tem 35% Lula tem “seguidores”, vocês teriam que conquistar “eleitores”, mas na defesa ferrenha de bandidos notórios, não dá.

    5. Engasgados – Quem acompanha a crise, diz que o Senado está ‘ensandecido’, com ‘faca nos dentes’ e não engoliu as críticas do ministro Luiz Fux, que falou em ‘clima artificial de solidariedade’ a Aécio.

    6. Esse partido é nojento Sem direção e opinião Mas concordo com eles Têm q votar logo, urgente Não q Aecio mereça mas a questão é o Senado acima de tudo Não importa o nível de seus componentes (baixo nível). O Senado não pode se curvar!! Nunca!! Jamais!!

    7. Não, “black blog”. O requerimento de urgência já foi votado semana passada, e aprovado. Amanhá seria a votação da matéria propriamente, isto é, se Aécio continua ou não afastado do Senado. Anotou aí? Depois vc “vorta” p’ra informar corretamente.