O PT quer expulsar Delcídio “muito rápido”

O presidente do PT paulista, Emídio de Souza, disse que Delcídio Amaral tem de ser expulso rapidamente do partido:

“Pessoalmente sou favorável à expulsão, não é uma posição do diretório de São Paulo. Muito rápido, porque é muito grave a situação”.

Assim como Rui Falcão, Emídio de Souza também argumentou que o caso de Delcídio Amaral é diferente dos de João Vaccari Neto e José Dirceu:

“Não tem nada a ver com política. Não vamos pagar por coisas que não cometemos”.

É muito bom saber que o PT está disposto a pagar pelos crimes de José Dirceu.

Faça o primeiro comentário