O que Adriana Ancelmo tem que as outras presas não têm?

A ministra Maria Thereza de Assis Moura, do STJ, concedeu o benefício da prisão domiciliar a Adriana Ancelmo, acatando o argumento de que não se pode separar mães e seus filhos menores de 12 anos.

Em um caso idêntico que chegou ao tribunal em setembro, Cristiane Gonçalves de Souza teve o mesmo pedido negado. Na decisão colegiada, consta também a negativa da ministra, segundo O Globo.