O que dizia o recurso da AGU

A AGU, de JEC, havia questionado:

– a orientação de voto feita pelos líderes;

– motivações de voto alheias ao tema em questão;

– manifestação do relator no dia da votação;

– não abertura de espaço à defesa após o relator se posicionar;

– falta de aprovação de resolução confirmando a decisão do plenário.

Waldir Maranhão levou isso a sério.

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler 8 comentários
  1. Rose de Freitas é muito ligada a Renan Calheiros e preside a Comissão que está retendo o parecer do TCU reprovando as contas de 2014, desde outubro de 2015. Ela está sentada em cima do parecer há sete meses!!!! Falam em um parecer aprovando as contas de Dilma, emitido pelo relator senador Gurgacz, porém precisa ser votado em plenário.

  2. Está longe de ter acabado. Com essa ORCRIM só acaba quando termina, ontem mesmo tentaram dar golpe via ADPF que MAM ia julgar, Teori teve q correr para afastar Cunha de outra forma sem colocar impeachment em risco. Também estão tentando novas eleições para colocar REDE / PSOL / PCdoB no poder, objetivo da esquerda é se perpetuar no poder, não sairão fácil não. Teremos que ir às ruas muitas vezes. E o Temer não dá sinais claros de que vá acabar com o que está aí, olho e cobrança nele e em muitos outros, nos 3 poderes.

  3. Até quarta dia 11/05 o plenário do senado vai fastar Dilma por 180 dias e, ela não volta mais!!!!

  4. Pobres petistas e asseclas rastejantes: nadaram, nadaram, e morreram na praia ! #tchauquerida

Os comentários para essa notícia foram encerrados.