Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

O QUE HÁ DE PIOR

Rodrigo Pacheco, o candidato de Jair Bolsonaro para o comando do Senado, é “exemplar do que há de pior na política brasileira”, diz a Crusoé.

Na essência, ele usa o mandato para defender os próprios negócios”.

A reportagem da Crusoé é devastadora. Leia um trechinho:

“Empresário do setor de transporte rodoviário, Pacheco fez acordo com o governo para conseguir aprovar um projeto de lei que fecha o mercado de ônibus, elimina pequenas e médias empresas do segmento, reduz em três vezes o valor máximo das multas aplicadas, cancela a concessão de todos os seus novos concorrentes e, pasmem, anula sumariamente todas as sanções aplicadas até hoje pela ANTT, a Agência Nacional de Transportes Terrestres. Trata-se de um mimo de pelo menos 2 bilhões de reais para o setor. No pacote do acordão com o Planalto, há outras obscenidades. O senador indicou um assessor do próprio gabinete para dirigir a agência que fiscaliza as suas empresas. O escolhido de Pacheco para a ANTT é dirigente do DEM, não tem experiência na área e ainda é condenado por improbidade administrativa.”

Assine a Crusoé e leia a reportagem completa de Helena Mader.

SUB_REPORTAGEM1 2 e1611291563901 275x353

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....