O que já se sabe sobre o atentado em uma creche de SC que deixou ao menos 5 mortos

O que já se sabe sobre o atentado em uma creche de SC que deixou ao menos 5 mortos
Foto: Simone Fernandes/Arquivo Pessoal

Por volta das 10h desta terça-feira (4), um jovem de 18 anos entrou em uma creche no centro do município de Saudades, no oeste de Santa Catarina, armado com uma adaga, uma espécie de punhal. O ataque deixou, ao menos, cinco mortos.

Segundo a polícia, o autor do atentado atingiu, primeiro, uma professora, que teria corrido para uma sala onde havia quatro crianças. A creche recebe crianças entre 6 meses e 2 anos de idade.

No ataque, o assassino atingiu, pelo menos, a professora, as quatro crianças e uma outra funcionária.

A professora, identificada como Keli Anicevski, a outra funcionária e três crianças morreram. A quarta criança atingida tem ferimentos leves e não corre risco de vida, segundo a polícia.

A creche chama-se Pró-Infância Aquarela. Saudades é uma pequenina cidade de cerca de 10 mil habitantes, próxima a Chapecó.

O assassino, que está preso, tem 18 anos e não possui “histórico policial”, segundo o delegado Jerônimo Marçal. Na casa do rapaz, policiais encontraram armas e “objetos estranhos” ainda não detalhados.

No registro da ocorrência, a Polícia Militar diz que o autor do ataque também golpeou o próprio pescoço com a adaga. Não há detalhes sobre o estado de saúde dele. Ainda na ocorrência, há a informação de que, “segundo populares”, o assassino “relatou ter sofrido bullying, porém não estudou na creche”.

Leia mais: Assine a Crusoé e apoie o jornalismo independente.
Mais notícias
TOPO