O que Lula ouviu dos militares

Como noticiamos, repercutindo o Estadão, Lula mandou emissários como Nelson Jobim, ex-mnistro da Defesa, para conversar com militares.

Queria saber qual será a reação da caserna se Fernando Haddad ganhar a eleição.

Ouviu o óbvio, segundo o jornal:

”A resposta foi ‘cumpre-se a Constituição’.”

E mais:

“Todos líderes procurados avisaram que não admitem intromissão em questões internas das Forças, como politizar promoções ou interferir nos currículos das escolas militares, mudanças já cogitadas por petistas. Mexer na Lei da Anistia ou retomar discussões, como a Comissão da Verdade.”

Especificamente sobre o indulto, a resposta foi a seguinte:

“Sobre a possibilidade de indulto a Lula, para surpresa dos emissários, a resposta dos militares foi unânime: ‘Isso é problema da Justiça’. No entanto, os militares não deixaram de registrar que isso não seria bom porque reforçaria o sentimento de falta de segurança jurídica no País.”

 

Comentários

  • Vicente -

    Perfeita a resposta dos nossos Comandantes! Parabéns a todos e, mantenham-se vigilantes em defesa do estado de direito!

  • NELSON -

    Como assim?Lula da prisão enviou Jobim para representá-lo junto aos militares!Como pode alguém tão cheio de si em relação às suas qualidades pessoais,se prestar a um papel desses?Deus!

  • LRC -

    Haddad só leva na fraude. Ele não tem o menor respaldo popular NAS RUAS. FRAUDE NÃO!!!

Ler 141 comentários