O que pensa a Folha

A Folha de S. Paulo, para festejar seus 95 anos, decidiu dizer o que pensa sobre os principais temas da atualidade, como o aborto e as drogas.

O jornal esclareceu também o que pensa sobre o impeachment:

“Esse recurso extremo só deve ser usado quando houver não apenas conjunto robusto de provas a indicar que o governante de turno cometeu crime de responsabilidade, mas também amplo consenso político de que não tem condições de permanecer no cargo. O jornal considera que convém evitar essa solução traumática enquanto houver alternativa, inclusive porque sua banalização mancharia a imagem do Brasil perante a comunidade internacional. Ao menos por ora, tais condições não estão devidamente preenchidas no caso da presidente Dilma Rousseff”.

É bom saber que, para a Folha de S. Paulo, o que mancha a imagem do Brasil perante a comunidade internacional é o impeachment, e não os crimes cometidos para eleger a presidente da República.