O que resta da credibilidade de Temer

Telegram

A ORCRIM quer retomar a Petrobras.

A Folha de S. Paulo, em editorial, denunciou o ataque:

“Pelos motivos e pelo momento, a saída de Pedro Parente do comando da Petrobras gera efeito inicial desastroso para a imagem da empresa e o que resta da credibilidade do governo Michel Temer.

Não se trata de endeusar a figura do executivo, nem de imaginar que sua gestão fosse imune a falhas ou excessos. Fato é que, voluntária ou forçada, sua demissão revela a estatal novamente vulnerável a injunções de Brasília.”

Comentários

  • Raul -

    O PT ESTÁ COM SANGUE NA BOCA SAINDO PELOS ORIFÍCIOS LOUCOS PARA RETOMAR A EMPRESA SOMENTE UMA SAÍDA EXISTE PRIVATIZAR TUDO

  • Cirval -

    Sabe quem é o culpado de tudo isso? O Gil. Quando o Gil era presidente do TSE, em vez de condenar a chapa Dilma/Temer, a livrou, vergonhosamente, "por excesso de provas", querendo, com isso, defender o Temer e mante-lo na presidência. E insistiu tanto no Temer que, volta e meia, tinha reuniões "não agendadas" com ele. O que diz agora o Gil das suas medidas canhestras que levaram o país ao impasse? O falastrão calou-se como se não tivesse nada a ver com isso.

  • Brasil -

    Por isso que essa "governabilidade" fisiológica tem que acabar, e logo. Jair Bolsonaro prega uma carta de interesses pra cada estado, com projetos pra cada estado sendo usados como incentivo, e não moeda de troca. Nada de cargos, estatais, e ministérios sendo distribuídos, como que numa feita livre. A máquina tem mais é que ser diminuída a um estado mínimo necessário. Com inteligência estratégica e um entendimento da geopolítica mundial, há que se privatizar/extinguir o que puder, e for seguro, pro Brasil. - https://www.youtube.com/watch?v=Hf0--PW2s0Y

Ler 29 comentários