“O que você precisa pra ficar com a gente?”

José Casado, em O Globo, descreveu o bazar de Lula no Golden Tulip:

“Chegavam discretos, tomavam o elevador dos fundos e paravam diante da mesinha instalada no meio do corredor, onde secretárias e seguranças se revezavam em plantão permanente. Ao entrar na suíte, escutavam:

— Meu querido!

Logo, a voz rouca engatava a sugestão de uma conversa objetiva:

— O que você precisa pra ficar com a gente?”

Na verdade, havia dois caminhos para ficar com eles:

“Sobravam notícias sobre pedidos de R$ 1 milhão pela ausência na votação e de R$ 2 milhões pelo voto, além da perspectiva de partilha do poder (com cargos) combinada à liberação de recursos a prefeituras e governos estaduais”.

Quando alguém se acertava com Lula, o resultado era imediato:

“O esforço governamental se refletia no Diário Oficial com súbitas nomeações e remanejamentos para diretorias de empresas estatais, como Itaipu Binacional e Caixa Econômica Federal; promessas a governos estaduais, como a do pagamento de uma dívida de R$ 370 milhões da Petrobras com o governo do Amapá, e empréstimos emergenciais a prefeituras, como a de Campos — os detalhes foram acertados pelo ex-governador fluminense Anthony Garotinho num encontro ‘casual’ com líderes da bancada do PT na Câmara”.

Não, Lula ainda não foi preso.

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler 5 comentários
  1. que o novo governo drene todo o nosso dinheiro que está sendo usado pra financiar essa bandidagem.

  2. Se o parlamento se divide, o exemplo que dá é o do confronto. Muito ruim isso. Sabemos que os cegos, os pagos, os jihadistas do PT são apologistas da violência…sempre foram…mas correm quando enfrentados…deveriam todos sentar lado a lado.

  3. As familias que mostrem as caras e tomem partido se posicionando junto aos seus pares conforme suas convicções. Quero ver Channel 5, bolsas Louis vuitton e camisas Lacoste misturadas ao seu povo no gramado do lado do teatro nacional comendo pão com mortadela! Bora! !! Quero ver!

  4. O que mais irritou Jandirão e Garbozo foi a máxima de Gilmar Mendes. Disse ele: “não é aqui que devem vir buscar os votos que lhes faltam!!”

Os comentários para essa notícia foram encerrados.